SÉRIE RE-PROGRAMAS

PROGRAMA DE INVESTIGAÇÃO E CRIAÇÃO | RESEARCH & CREATION PROGRAMME

Artefatos | Artefacts

Coordenação/Coordination: Fernanda Eugenio

A Série Re-Programas reúne um conjunto de proposições sensíveis ao lugar, sob a forma de performances invisíveis e/ou duracionais, deambulações-colecções imagéticas e jogos-performance participativos, criações de Fernanda Eugenio, a partir dos procedimentos desenvolvidos na sua pesquisa de longa duração Etnografia como Performance Situada. Estes trabalhos, apesar da diversidade, têm em comum o afecto pela textura viva e mutante do agregado corpo-cidade-paisagem, um uso recorrente do relato (escrita e imagem fotográfica) como modo de arquivar a experiência e, sobretudo, o recurso a um mesmo protocolo de criação, composto pelos dispositivos da Reparagem e do Re-programa. Reúne-os um modo de criar cuja execução produz, ao mesmo tempo que dá a ver (com graus de visibilidade variados), uma obra-operação que, uma vez programada – ou seja, organizada como território para que algo se passe ou não se passe – permite trabalhar recursivamente com suas próprias consequências, numa série potencialmente ilimitada. A partir da instalação de uma zona comum de atenção num território da cidade, trabalha-se com diferentes cortes fractais de matéria urbana, seguindo o percurso: deambulação e paragem > descrição e maximização > circunscrição e menorização > proposição do programa > execução e recolha de consequências > re-proposicão do programa. Trata-se de um procedimento que desloca a sensibilidade e o fazer etnográficos para um plano de uso comum e colectivo, abordando-os como instrumentos para o jogo de com-posição relacional em escala quotidiana e para a performance ao vivo do encontro.

[English]

RE-PROGRAMME SERIES

The Re-programme Series brings together a set of propositions that are responsive to place, in the form of invisible and/or durational performances, imagery drifting-collections and participatory performance-games, creations of Fernanda Eugenio, using the procedures developed in her long-term research Ethnography as Situated Performance.

These works, despite diverse, have in common the affection for the living and mutant texture of the body-city-landscape aggregate; the recurring use of storytelling (writing and photographic image) as way of archiving experience; and, above all, they share the same creation protocol, using the dispositifs of Reparagem and Re-programme. What also unites these works is a way of creating whose execution produces, at the same time as it makes visible (with varying degrees of visibility), a work-operation that, once programmed - that is, organised as territory for something to happen or not happen - allows to work recursively with its consequences, in a potentially limitless series.

From the installation of a common zone of attention in the territory of the city, one works with different fractal cuts of urban matter, following the path: wandering and stopping > description and maximization > circumscription and minorization> proposition of the programme > execution and collection of consequences> re-proposition of the programme. It is a procedure that shifts ethnographic sensitivity and performativity into a common and collective plane of use, approaching them as instruments for the everyday game of relational co(m)position and live performance of the encounter.

 
Página Inicial
Sobre o AND Lab
A Escola do Reparar
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Vimeo - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Fernanda Eugenio, 2020

Todos os Direitos Reservados

Contacto
Assinar a lista de emails