MO_AND +

MOVIMENTO AUTÊNTICO

(2015-presente)

Coordenação: Fernanda Eugenio e Soraya Jorge

Investigadores Associados: Guto Macedo e Naiá Delion

Parceria: AND Lab e C.I.M.A.

 

Neste projecto de investigação colaborativa apostamos no potencial político e na urgência de constituir um campo de troca, de co-habitação e de criação de procedimentos cruzados entre práticas ético-estéticas e práticas somáticas.  

A partir da colocação em conversa e da aproximação entre a prática da reparagem/reparação (MO_AND) e a prática do testemunho (MA), unimos forças na direcção da constituição de um conjunto de tácticas para o cuidado de si e o cuidado do entorno. Ao mesmo tempo tentando que as duas práticas possam complementar-se reciprocamente e funcionar como ‘anticorpo’ uma da outra. Embora formalmente muito distintas, é explícita a correspondência entre as práticas. Ambas partilham um mesmo afecto-questão: o compromisso com a afinação da escuta sensível e com a constituição de uma sensibilidade (micro)política, através de uma investigação de cunho experiencial, relacional e situado.

O Movimento Autêntico (MA) é uma prática somática relacional para o desenvolvimento da consciência encarnada/corporificada, chamada de bodyfulness por Soraya Jorge, responsável pela introdução deste trabalho no Brasil e em Portugal, e criadora, há mais de vinte anos, de uma abordagem singular para a sua prática e partilha. O fundamento da investigação proposta pelo MA é a estrutura posicional movedor-testemunha: é a partir do estabelecimento de uma relação de confiança e reciprocidade entre as posições de ver e ser visto que se instaura um campo de forças seguro para a contemplação do corpo e seus estados e para a prática da escuta directa da sensação. A (re)conexão com o plano da sensação funciona como chave para mapear, mover e curar padrões reincidentes, tendências reactivas e feridas emocionais, a partir do desenvolvimento gradual da chamada testemunha interna: uma consciência em movimento, capaz de acompanhar sem julgar, comunicar sem acusar e responsabilizar-se pelas narrativas e interpretações que cria.

É notável o potencial político expandido da conjugação das ferramentas do MA com as do Modo Operativo AND, que partilhamos nas diferentes modalidades de oficinas colaborativas Práticas de Reparagem e Testemunho, orientadas por Fernanda Eugenio e Soraya Jorge, em dupla e/ou em articulação com os parceiros, e também integrantes desta pesquisa, Guto Macedo e Naiá Delion. Por um lado, o MO_AND contribui para a expansão da consciência encarnada proposta pelo MA, num compromisso não apenas com o auto-conhecimento, mas com o engajamento e a participação no plano colectivo. Por outro lado, o MA convoca explicitamente a estender também ao plano do ‘acontecimento individual’?] os exercícios de fractalização da percepção, de acolhimento do acidente e de tomada de posição suficiente, propostos pelo MO_AND.

Este projecto insere-se no quadro de uma parceria institucional entre o AND Lab e o C.I.M.A – Centro Internacional do Movimento Autêntico.

Fernanda Eugenio, 2018

Todos os Direitos Reservados

Neste site preferimos não usar a grafia pós-acordo ortográfico