MO_AND +

TERNURA RADICAL

(2018-presente)

criação-colaboração entre Fernanda Eugenio e Dani d’Emilia

As Práticas de Des-Imunização partem do campo de afinação entre a política de co-passionamento, experimentada por Fernanda Eugenio com o Modo Operativo AND, e a prática da  ternura radical, proposta pela artista Dani d’Emilia, no âmbito da performance e da pedagogia radical, para pesquisar, no plano da corporeidade, possíveis percursos para a activação de modulações não-hierárquicas e disseminadas do amor e do amar, experimentando a sua liberação de conformações pré-definidas e a sua operatividade enquanto força de strangership: sintonização com o impróprio e o alheio, capacidade de prescindir da lógica da (des)identificação e do (des)entendimento para abrir-se em disponibilidade, comparência, escuta, engajamento e presença.

 

Esta colaboração ancora-se no desejo de experimentar procedimentos relacionais e práticas político-afectivas encarnadas para a trans-formação social, explorando a dobra entre o íntimo e o político: entre os modos da vinculação proximal e aqueles que poderão operar, por emergência, mudanças sensíveis no colectivo.

 

Criar as condições para o exercício desta política outra para a constituição situada do viver-juntxs envolve acolher o risco e comprometer-se com o cuidado recíproco, a fim de sondar caminhos para a retomada de territórios afectivos imunizados pelos mecanismos da indiferença ou pelo fechamento identitário. Des-imunizar ao outro (cum, o outro; o além de mim), experienciar a relação como dádiva (munus). Fazer no/do corpo coragem e franqueza para se implicar, a cada vez, no (re)fazer comum.

Os procedimentos e as proposições vivenciais que vão sendo criados na relação entre as duas artistas são, periodicamente, partilhados sob a forma de encontros abertos, na oficina Práticas de Des-Imunização.

AND_LAB logotipo.jpg

Fernanda Eugenio, 2018

Todos os Direitos Reservados

Neste site preferimos não usar a grafia pós-acordo ortográfico