top of page

QUANDO-ONDE?

(Atividades)

COMO?

(Escola)

sábado, 13/01

|

Fazendinha/Casa Amarela

LANDscape [Brasil] | Escola do Reparar 2023 [Ed#4]

Módulo Final do 2º Semestre de 2023 | Curso-Retiro Imersivo de Aprofundamento do Modo Operativo AND + Práticas Político-Afetivas Encarnadas com as Ferramentas-Conceito Re-Pouso & Re-Voo | com Fernanda Eugenio & Coletivo AND

O período de inscrições já terminou. Poderá acompanhar as partilhas na nossa Rede-Plataforma.
Página inicial do site
LANDscape [Brasil] | Escola do Reparar 2023 [Ed#4]
LANDscape [Brasil] | Escola do Reparar 2023 [Ed#4]

Info Geral

13/01/2024, 09:00 GMT-3 – 20/01/2024, 18:00 GMT-3

Fazendinha/Casa Amarela, Parque da Serra da Caneca Fina, Guapimirim, Rio de Janeiro

Detalhes

Atenção, queridas pessoas de Portugal ou de fora do Brasil: este é um evento presencial no Brasil, pelo que as inscrições são somente em moeda local (R$).

ESCOLA DO REPARAR 2023 | Ed#4

Módulo 'LANDscape' | Curso Extensivo Final do 2º semestre (Curso-retiro imersivo no campo)

Retrospectiva 2023: Re-Pouso & Re-Voo: Amparo, Encanto e Restauração | Modo Operativo AND & práticas companheiras

com Fernanda Eugenio, Mariana Pimentel, MIlene Duenha e Iacã Macerata

[+ sobre a Escola do Reparar]

A PROPOSTA

O curso-retiro de pesquisa encarnada LANDscape propõe-se enquanto jornada imersiva na constelação de jogos do Modo Operativo AND através da chave sensível das novas ferramentas-conceito Amparo & Encanto, Re-pouso & Re-voo e Restauração (ler mais sobre o MO_AND e as novas ferramentas no final desta chamada), a serviço da investigação afetiva, situada e experiencial da dobra entre o íntimo e o político, e dos modos de ex-conjuração do Irreparável sistêmico.

A viagem se inicia com os Jogos AND de tabuleiro, em pequena escala, rumo às práticas em que o corpo enquanto agregado somático-político torna-se 'tabuleiro' para jogos de cuidado-cura(doria), passando, ainda, por jogos ao ar livre, dedicados à pesquisa da inseparabilidade com uma biodiversidade mais-que-humana, em contato direto com os seres terra e rio.

Este percurso, orientado por Fernanda Eugenio, organiza-se enquanto jornada ritual de auto-auscultação e micro-transmutação individual e coletiva, e é apoiado por três práticas companheiras, propostas por integrantes do Coletivo AND: Mariana Pimentel trará as suas Práticas de Re-Junte; Milene Duenha, a proposta Dança Microscópicopolítica; e Iacã Macerata, psicólogo e também integrante do Coletivo AND, oferecerá um espaço de escuta e (re)formulação do vivido, através do Jogo Conversa.

A liga entre a constelação de jogos AND e essas diferentes práticas companheiras será feita através de um conjunto de gestos performativo-rituais de Re-pouso & Re-voo conduzidos por Fernanda Eugenio, criando um campo sustentado para a partilha em retrospectiva, concentrada e encarnada, de toda a pesquisa realizada ao longo da edição 2023 da Escola do Reparar.

O programa LANDscape da Escola do Reparar acontece duas vezes por ano, uma em Portugal e outra no Brasil, em localidades afastadas dos centros urbanos, numa proposta de imersão e foco junto à natureza, intercalando o trabalho em estúdio e ao ar livre.

No Brasil, o programa toma lugar em Guapimirim, região serrana do Rio de Janeiro, a 40 minutos da capital, em parceria com a Casa Amarela, no espaço Fazendinha, em contato com o rio Caneca Fina e a reserva de Mata Atlântica do Parque Natural da Serra da Caneca Fina.

INFORMAÇÕES GERAIS

  • DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO: 31 de dezembro (atenção: pedimos a quem puder, que não deixe a inscrição para a última hora! As inscrições terminam 2 semanas antes do início do curso, prazo determinado por necessidades operacionais do nosso espaço de acolhimento);
  • Participantes: 20 vagas para participantes pagantes + até 10 vagas para participantes bolsistas
  • Carga horária total das sessões de trabalho: 60 horas
  • Língua: o curso será facilitado em português
  • Pré-requisitos: não há. Recomendamos, a quem não tiver familiaridade com o Modo Operativo AND, assistir antes à websérie que será oferecida como bônus nesta inscrição, conforme detalhado a seguir.
  • Certificado: será emitido certificado final de participação.

VALOR E PAGAMENTO

Oferecemos os valores mais baixos e possibilidades de parcelamento em 3 ou 2 vezes conforme a maior antecedência da inscrição.

Este é um evento artesanal que depende inteiramente das inscrições para se viabilizar e é cuidado localmente por uma equipe pequena e dedicada. Quanto maior a antecedência com a qual fecharmos o grupo, menores serão os custos globais de alojamento e comida, e mais simples será a organização logística.

Ajude-nos a assegurar a viabilidade do nosso curso-retiro inscrevendo-se com antecedência e, reciprocamente, beneficie de melhores condições de participação.

São 4 faixas de valores/prazos para a participação integral no curso:

  • LOTE 1: R$1800 à vista ou R$2100 parcelado em 3 vezes de R$ 700 >> até 13 de novembro
  • LOTE 2: R$1900 à vista ou R$2100 parcelado em 2 vezes de R$ 1050 >> até 30 de novembro
  • LOTE 3: R$2000 à vista ou R$2500 parcelado em 2 vezes de R$1250 >> até 13 de dezembro
  • LOTE 4: R$3000 (valor cheio) à vista >> a partir de 14 de dezembro

Há também a modalidade de participação parcial, somente no módulo de Introdução ao Modo Operativo AND com Fernanda Eugenio, que decorre nos dias 13 e 14 de janeiro (valor nas opções de ticket, mais abaixo). Nesta modalidade, não temos condições de acomodação na Fazendinha. O alojamento deve ser providenciado autonomamente pela pessoa participante. Há diversas pousadas na cidade com valores acessíveis.

Formas de pagamento:

  • Pagamento online seguro via PayPal/cartões*, com possibilidade de parcelamento da própria operadora (sujeito a taxas das operadoras);
  • Pagamento offline via PIX (chave informada no email de confirmação do pedido), com possibilidade de parcelamento até o 3º lote de tickets, via agendamento de PIX e envio de comprovante por email.

*Observação: bancos virtuais (como NuBank, Inter etc.) cobram taxas próprias de conversão nas transações pagas com cartões em moeda Real (BRL). Esta taxa vai para o banco e não para nós, e infelizmente não conseguimos reembolsá-la às pessoas. Caso tenha conta em um destes bancos, poderá evitar a incidência destas taxas ao escolher outra opção, como PayPal ou PIX. No caso de parcelamento do valor: em qualquer altura, poderá aceder ao pagamento parcelado através da tua operadora de crédito ou do paypal.

AS INSCRIÇÕES INCLUEM

  • Hospedagem em chalé partilhado com cozinha e wc (4 a 5 participantes por chalé); exceto no caso de participação parcial;
  • Piscina na Fazendinha e diversas piscinas naturais no Parque da Serra da Caneca Fina;
  • Café da manhã de boas vindas no dia 13;
  • Almoços e Jantares diários — no caso de participação parcial, aplicável aos dias 13 e 14 de janeiro;
  • Curso completo com 60h — no caso de participação parcial, curso introdutório completo com 16h;
  • Acesso online por 30 dias à websérie "Manual de Sobrevivência para Tempos Irreparáveis";
  • Cartaz recém-lançado "Dez Posições ante o Irreparável";
  • Totebag da Escola do Reparar;

Despesas não incluídas: transporte de ida e volta para/de Guapimirim e ingredientes e confecção do café da manhã diário (exceto café de manhã de boas vindas no dia da chegada) são por conta de cada participante.

BOLSAS

Em todas as atividades da Escola do Reparar oferecemos bolsas em 25% das vagas, para pessoas racializadas; PCDs e/ou outras corporalidades dissidentes; pessoas LGBTQIA+; afetadas por desigualdades de gênero e/ou classe social; desempregades; migrantes; refugiades.

Nesta oficina, serão oferecidas:

  • até 5 bolsas integrais para pessoas residentes em Guapimirim que queiram cursar somente os dias introdutórios (13 e 14 de janeiro) ou o curso integral. Estas bolsas não incluem alojamento e refeições.
  • até 5 bolsas -50% sobre o valor cheio (total de RS1500) para qualquer pessoa que se enquadre no perfil acima descrito e queira fazer o curso integral. Estas bolsas não incluem alojamento. Incluem almoços e jantares diários.

Para solicitar uma bolsa: preencher o formulário de inscrição, contando-nos o teu perfil e motivação para o pedido e aguardar o nosso contacto. Serão concedidas duas bolsas (uma de cada modalidade) a cada 4 inscrições pagas.

SOBRE O LOCAL

A Fazendinha é um refúgio cercado por belas cachoeiras e muito verde, localizado no Parque da Serra da Caneca Fina, em Guapimirim, que conta com área comum com salão, piscina, churrasqueiras, fogão à lenha e árvores frutíferas, além de 4 chalés com cozinha e banheiro privativos. Para ver fotos da paisagem e das instalações, acesse o link na bio do instagram @marilene22020.

SOBRE ALIMENTAÇÃO

  • Estão inclusos no valor do curso um café da manhã de boas vindas no dia 13 de janeiro, e os almoços e jantares diários durante todo o curso. Não haverá serviço de refeições para café da manhã e lanche.
  • Cada pessoa participante é responsável por trazer os ingredientes e confeccionar o seu próprio café da manhã (cada chalé dispõe de cozinha privativa). Cada pessoa é, ainda, responsável por contribuir com algum snack para compor o lanche da tarde coletivo.
  • Sugerimos que cada pessoa venha de viagem já trazendo os itens alimentares de que vai necessitar durante o retiro, antes de subir para a Fazendinha, pois não haverá tempo para ir ao supermercado uma vez iniciado o curso.
  • No condomínio em que está localizada a Fazendinha, há também um quiosque que serve refeições e um café com uma pequena mercearia, mas para ambos é preciso se deslocar até lá de carro.

COMO CHEGAR / TRANSPORTES

  • Para quem vem de carro: a partir do Rio de Janeiro, colocar no GPS o destino final Parque da Serra da Caneca Fina. O valor do pedágio é de R$21. Ao chegar no parque, na entrada, os porteiros fornecem um mapa e explicam como chegar à Fazendinha. Não há sinal de internet no Parque, mas, se necessário, há um café próximo à portaria com wi-fi, de onde poderá entrar em contato connosco;
  • Para quem vem de ônibus: a partir do Rio de Janeiro, apanhar o ônibus 196-C - Viação Reginas - Central X Guapimirim (valor informado pelo site: R$11,50). O ônibus sai da Central do Brasil de meia em meia hora. A duração da viagem é em média de 2h.Descer no ponto final Caneca Fina. A produção do curso organizará horários para buscar as pessoas participantes no ponto. No formulário de inscrição, indique se vai precisar desta carona, ou entre em contacto conosco após finalizar a inscrição, informando o horário de chegada previsto, dentro da faixa de horário indicada no Cronograma de Atividades (entre 9 e 10h da manhã do dia 13);
  • Se vier de outras cidades, e precisar de ajuda para localizar um transporte público, entre em contato connosco.
  • Uber: para quem preferir, há motoristas da Uber que fazem o trajeto Rio X Guapi ou internamente, da cidade para o Parque. Deixamos aqui alguns contatos de confiança: Adauto: (21) 964669121; Berg: (21) 972951313; Tiago: (21) 981734760;
  • Caronas: como alternativa sustentável, após o fechamento das inscrições, será organizado em documento partilhado um quadro para oferta/procura de carona, para que as pessoas interessadas possam combinar entre si autonomamente.

O QUE LEVAR

Roupas leves e confortáveis para o dia e agasalhos para noite, roupa de banho, canga, filtro solar, chapéu, repelente, tênis, chinelos, medicamentos ou itens alimentares especiais de que possa necessitar. A pousada fornece roupa de cama e banho e um cobertor. Para quem sente muito frio, aconselhamos trazer uma manta extra ou saco de dormir. Quem quiser, pode também trazer uma toalha extra, pois como o local é muito úmido, por vezes a toalha de banho pode demorar a secar.

+SOBRE AS FERRAMENTAS RE-POUSO & RE-VOO

As novas ferramentas-conceito Re-pouso/Amparo & Re-voo/Encanto serão abordadas enquanto gestos-antídotos para o desamparo e o desencanto que, sob a forma do cansaço e da confusão, por um lado, e da tristeza e embotamento, por outro lado, configuram a sintomática da expropriação capitalística do sensível, e produzem a ilusão da separação característica das subjetividades contemporâneas, reiterando a perpetuação do saque Irreparável. Descontinuar o Irreparável, assim, envolve re-membrar - lembrar que somos inseparáveis e, também, voltar a juntar o que foi separado, reparando (n)o acesso a uma sabedoria do (i)limite, muito mais vasta do que cada ume de nós: a sabedoria encarnada, implicada e intemporal do agregado Soma-Terra que nos conecta ao Fundo Comum da Vida - modo encontrado para nomear o Inter-Ser do qual somos ao mesmo tempo parte e todo.

A hipótese que vem sendo criada por Fernanda Eugenio associa o desamparo a uma maldição ao mesmo tempo singular e coletiva, que produz o ponto de vista individual e cria a sua verossimilhança, efetuando-o enquanto eficácia simbólica e sensível, enquanto realidade subjetiva incontornável. A eficiência do desamparo inviabiliza o sentir da suficiência da abundância que a experiência sensível da inseparabilidade permite acessar continuamente. Se o desamparo afugenta a possibilidade do descanso e impõe a mobilização infinita e o desconforto interminável, a magia de restabelecimento do Amparo envolve quebrar a maldição que funda cada ponto de vista individual enquanto fragmento separado, re-contando a própria história e, assim, acessando a possibilidade do re-pouso. Um voltar a pousar, já desfragmentade, no Fundo Comum da Vida. Um fazer NINHO: re-conhecer e re-membrar as teias de sustento, envolvimento e refúgio do amparo, (re)aprendendo a receber.

Este aninhar(-se) é o que vai, por sua vez, permitir desbloquear o feitiço do re-voo - reconciliação com o Encanto. É a partir do ninho - e sobretudo, ao partir dele, descolando da identificação e do entendimento, para poder decolar - que entramos em revoada e experimentamos ser BANDO. Em estado de Encanto, dá-se o acesso à ordem implicada, ao manancial (extra)ordinário dos possíveis da Vida, em constante re-generação e re-união. Fusão sem confusão, integridade sem inteireza, na experiência do re-voo sintonizamos com a faixa de frequência na qual sabemos-nos amálgama, sabemos-nos cúmplices do mistério e o podemos sustentar sem pressa nem desejos de desvendamento ou pacificação. É faixa de frequência na qual nos apropriamos plenamente das consequências de ser parte-tode: de estarmos visceralmente implicades, em tudo o que há e em tudo o que se dá, encantades. Encanto é, assim, (re)aprender a retribuir.

Operar Amparo e Encanto, Re-pouso e Re-voo - enfeitiçar a própria maldição - é um processo que nos permite explorar no corpo, enquanto realidade somático-política (na sua fisicalidade, mas também no campo alargado do seu aquém-além, ao mesmo tempo trans e infra-individual), uma modulação específica do Reparar, o gesto-síntese do Modo Operativo AND: a restauração. Restauração (restoration) é, aqui, experimentada enquanto Rest (descanso) e Re-story-action (ação de re-historiar), ou seja, tanto como descanso profundo - entrega e rendição - quanto como re-historiação e re-conhecimento: um conhecer-se de novo, reconhecendo-se enquanto fractal de Vida, ao mesmo tempo em continuidade e em interconectividade com todas as outras manifestações da Vida e já (e desde sempre), enquanto dose singular de Todo-Tudo.

+SOBRE O MODO OPERATIVO AND

O Modo Operativo AND (MO_AND) é uma metodologia para a investigação ético-estética, somático-política e experiencial da relação e da reciprocidade, assente no compromisso radical em reparar (n)o Irreparável, criada pela antropóloga e artista Fernanda Eugenio. 

Mobilizando uma constelação de ferramentas-conceito e de proposições-jogo, o MO_AND propicia a investigação direta e experiencial dos mecanismos do viver-juntes, ou seja, da composição praticada enquanto ética de posição-com, através do exercício do Re-parar:  parar de novo, fazer o inventário-invenção do possível a cada vez, e efetuar a reparação através do cuidado-curadoria duracional das relações. Praticando uma consciência encarnada e modos de fazer baseados na circunscrição do comum e na performatividade do afeto, que colocam num mesmo plano o pensar, o sentir e o fazer, o MO_AND abre caminho para a emergência de paisagens colaborativas e territórios de suficiência, baseados no exercício co(m)passionado da presença e na reconexão com a experiência sensível da inseparabilidade.

O MO_AND oferece ferramentas concretas para potenciar processos de colaboração, co-aprendizagem e negociação da convivência. Nomeadamente, permite perceber padrões comportamentais e tendências relacionais, contribuindo para o desenvolvimento de capacidades de auto-regulação emocional, de auto-gestão da atenção (seleção, focalização e coordenação dos estímulos), e de consequentes tomadas de decisão e respetiva encarnação.

No âmbito das oficinas, a interface ‘jogo de tabuleiro’ é aquela que serve de base à partilha, a seguir desdobrada em diferentes exercícios mais complexos, com diferentes escalas, no estúdio ou em espaço exterior, a depender do grupo e da duração do encontro.

Neste jogo não há regras preestabelecidas mas sim regras imanentes, que emergem do próprio jogar, ou seja, do co-posicionamento e da co-responsabilização de quem participa. Através de um trabalho de dobra-e-desdobra e de manuseamento direto da materialidade dos acontecimentos, é possível corporificar as questões da convivência, da sustentabilidade, da criatividade, da empatia/sintonia, da disponibilidade à diferença e da reciprocidade.

Os exercícios permitem que pessoas participantes com os mais diversos interesses e perfis – provenientes de qualquer área, tendo ou não contato prévio entre si ou com o MO_AND – possam partilhar um mesmo plano de inquietação, experimentando de modo íntimo e coletivo as questões ético-políticas e afetivas implicadas na construção co-responsiva do comum.

AS PRÁTICAS DE COLABORADORES DOS NÚCLEOS AND BRASIL

Práticas de Re-junte

Mariana Pimentel | Núcleo AND Rio de Janeiro

Práticas de Re-Junte experimenta as poéticas do aglutinar-se ativando afetos da permanência ao mover no corpo a pergunta "O que nos faz continuar juntes?". A partir de experimentações que se inspiram em processos criativos relacionados a gambiarras, com-posição de colagens e mosaicos, Práticas de Re-junte propõe repensar a nossa relação com as ideias de 'continuidade' e 'manutenção' através de frestas, fissuras e fendas.

Dança Microscópicopolítica

Milene Duenha | Núcleo AND Curitiba

Partindo da premissa de que as transformações na dimensão coletiva se referem a uma lógica recíproca de transformações que se dão nos corpos que a compõem, essa prática de ativação microscópica se volta ao cultivo das potencialidades sensíveis do corpo. A partir do reconhecimento de que não sabemos tudo o que pode um corpo e da provocação de uma modulação da atenção às vibrações de existências microscópicas, busca-se o refinamento perceptivo para as emergências, como potência de vida, que se dão nas inter-ferências entre os corpos do ambiente. Essa prática é operada por uma ética das relações que envolve um redimensionamento da atenção para as velocidades e intensidades do menor e seus aspectos de ingovernabilidade.

Jogo Conversa

Iacã Macerata | Núcleo AND Rio/Florianópolis

O Jogo-Conversa é uma prática performativa e de pesquisa que adota o Modo Operativo AND como modulador da conversa. Nela exercitamos uma outra forma de conversar, em que a fala se torna uma tomada de posição, e a escuta, o Reparar. Trata-se de um convite à re-experimentação do conversar como fazer comum, lá onde viver juntes implica comunicar.

Agenda


  • 12 horas

    Dia 1 | Boas Vindas & Introdução

    Fazendinha

  • 12 horas

    Dia 2 | Introdução

    Fazendinha
Mais 6 itens disponíveis

Escolher ticket(s)

  • Integral | 3º Lote

    No caso de parcelamento via agendamento de PIX (Brasil), escolher adiante a opção "pagamento offline" | Se tiver condições de pagar o valor cheio do curso ou outro valor mais alto do que o do lote corrente, mesmo que esteja a inscrever-se dentro dos prazos com maiores descontos, considere fazê-lo, pois assim torna possível a oferta de mais vagas com bolsa para quem realmente precisa, e contribui para que as pessoas facilitadoras do curso sejam remuneradas justamente.

    De 2000,00 R$ até 2500,00 R$
    Vendas encerradas
    • 2000,00 R$
    • 2500,00 R$
    • Integral | 4º Lote

      Se tiver condições de pagar o valor cheio do curso ou outro valor mais alto do que o do lote corrente, mesmo que esteja a inscrever-se dentro dos prazos com maiores descontos, considere fazê-lo, pois assim torna possível a oferta de mais vagas com bolsa para quem realmente precisa, e contribui para que as pessoas facilitadoras do curso sejam remuneradas justamente.

      3000,00 R$
      Vendas encerradas
    • Parcial (Somente Introdução)

      Valor para participação somente no fim de semana introdutório ao Modo Operativo AND (13-14/jan) | Inclui os itens descritos anteriormente, aplicados aos dias correspondentes, com exceção de despesas de alojamento

      350,00 R$
      Vendas encerradas
    • Pedido de Bolsa

      OPÇÃO PARA PEDIDOS DE BOLSA | O Ticket só será válido mediante a aprovação e o processamento do pedido - Escolher esta opção somente se pretender pedir uma bolsa no formulário de inscrição. - Retornaremos em breve sobre o seu pedido e os passos seguintes para o pagamento e a validação deste ticket de inscrição, com bolsa -75% (150€) ou -50% (300€).

      0,00 R$
      Vendas encerradas

    Total

    0,00 R$

    Compartilhe esse evento

    bottom of page